2018 foi um ano muito importante para a Catabila Arquitetura, pois graças a um esforço de muitos colaboradores, foi possível dar mais um passinho em direção à conquista dos ideais almejados para o futuro do escritório, da profissão, e da sociedade!

Quem acompanha as redes sociais da Catabila já sabe que a maioria dos valores defendidos com unhas e dentes e seguidos à risca por mim (Áliqui Sodré – Arquiteta fundadora) e pelos membros que entram e saem da Catabila, estão relacionados com a ética profissional e a responsabilidade social.

Entre os preceitos que regem as atividade profissionais, estão a HONESTIDADE, a SUSTENTABILIDADE e a COLABORAÇÃO.

Eu acredito que, assim como os médicos têm o dever de colaborar para com o crescimento e desenvolvimento da saúde mundial, assim como os biólogos têm o dever de colaborar para com a preservação do meio ambiente e das espécies, os arquitetos têm o dever de COLABORAR PARA COM A PRESERVAÇÃO E MANUTENÇÃO DO MEIO AMBIENTE E DAS CIDADES!

EPAAAAA! O que isso tem a ver com arquitetura de interiores?

Bem, o que cada cidadão faz ou deixa de fazer dentro da sua unidade privativa de moradia é assunto somente dele e nada tem a ver com o desenvolvimento das cidades, correto?

NÃO!

Você pode não saber, mas um dos principais problemas enfrentados na administração das cidades é o lixo! Você esquece dele, no momento em que o caminhão de lixo passa na frente da sua casa, mas o resíduo gerado por você, não deixa de existir, ele só muda de lugar!

De acordo com um estudo realizado periodicamente pelo Selur – Sindicato das Empresas de Limpeza Urbana, que coletou dados de 3.374 cidades brasileiras,

Após 8 anos de PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos), apenas seis municípios brasileiros alcançaram a faixa de pontuação mais alta do ISLU(ISLU – Índice de Sustentabilidade da Limpeza Urbana para os municípios brasileiros). A edição 2018 do estudo aponta que:

  • 53% continuam destinando o lixo incorretamente – apesar do prazo para erradicação dos lixões ter expirado em 2014;
  • a coleta domiciliar ainda não chegou à universalização, atendendo somente 76% dos lares brasileiros;
  • 61,6% dos municípios não estabeleceram fonte de arrecadação específica para custear a atividade;
  • o índice médio de reciclagem no Brasil patina em 3,7%.

Veja o relatório completo em: www. selur.org.br/publicacoes/islu (ou clique aqui).

Sabendo desses dados, fica difícil não se responsabilizar pela geração de resíduos, quando mais de 60% do lixo urbano é proveniente da construção civil. (ta chocado? eu também…) E desse total de resíduo da construção civil, mais de 60% é proveniente de pequenas obras e reformas. Menos de 30% é responsabilidade de construtoras e esse número tende a reduzir, cada vez mais, graças às novas normas às quais as construtoras devem se adequar, diminuindo, a cada dia, sua contribuição com a geração de lixo e deixando essa responsabilidade inteiramente para o cidadão, ou seja, você!

Assim, como eu, a Catabila assume a sua responsabilidade sobre esses dados e desde a sua fundação, em 2013, assumiu seu compromisso em colaborar com a divulgação dessas informações e com a educação da sociedade, para que o problema seja resolvido ou, pelo menos, amenizado.

Entre as ações adotadas por mim e pela Catabila, para ajudar na solução desse problema, está o desenvolvimento de palestras para a população, para outros profissionais, colegas de profissão e estudantes, onde são abordados temas como: descarte adequado dos resíduos da obra, maneiras de contribuir com ações sociais e formas de diminuir o impacto ambiental de obras e reformas.

Em 2018, foram 6 palestras ministradas e mais de 250 pessoas alcançadas através delas, sem contar cada cliente que passou pelo escritório e pôde ter acesso ao conhecimento!

Foram universidades, feiras e exposições exclusivos para profissionais, eventos abertos ao público e dezenas de rodas de conversa com colaboradores, fornecedores e clientes. Cada momento desses foi importante para que a mensagem fosse disseminada e para que a consciência de cada um passasse a colaborar para a consciência coletiva!

Além dessas ações de educação e conscientização, os projetos desenvolvidos pela Catabila Arquitetura têm sempre um viés sustentável, que fomenta a busca por tendências duradouras, ao invés de modas passageiras, soluções inteligentes e tecnologias que tragam benefícios para o meio ambiente, consumo consciente, de fornecedores responsáveis, o fair trade, através do consumo local e a reutilização e requalificação de objetos decorativos e peças de mobiliário. Entenda (clique aqui e saiba mais)

Eu e minha equipe, juntamente com colaboradores, parceiros e clientes temos uma visão colaborativa, onde cada etapa – desde a concepção das ideias do projeto até a sua habitação – e cada indivíduo é importante para que o ciclo se complete.

VEJA COMO FAZEMOS ISSO:

CATABILA ARQUITETURA E A SUSTENTABILIDADE!

Se você se identifica com essa filosofia e apoia as nossas atitudes, nos ajude a alçar vôos maiores e a colaborar mais ainda com o meio ambiente! Divulgue! Compartilhe esse post com seus amigos que estão embarcando na odisseia da casa nova ou da temida reforma! Siga nossas redes sociais (instagram e facebook) para acompanhar as nossas ações de educação e para pegar dicas de sustentabilidade e, é claro, de decoração!

Se ficou com alguma dúvida ou quer colaborar com o nosso objetivo, deixe um comentário! Ficarei muito feliz em recebê-lo!

Beijos e até o próximo post!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.