Todo arquiteto repete a mesma frase: “um projeto de decoração traz qualidade de vida aos usuários”. Mas será que é mesmo verdade? É claro que todo mundo sabe que morar em uma casa bonita é mais agradável do que morar em uma casa sem qualidades estéticas, mas a qualidade de vida, da qual os arquitetos falam está só relacionada ao bem estar? Com o que mais um projeto de decoração pode contribuir no seu dia a dia?

Preste bem atenção, pois você vai começar a ver a sua casa de forma diferente, a partir de agora! Vamos ao que interessa: eis aqui, algumas formas como a arquitetura de interiores residencial pode melhorar sua saúde:

Na hora de escolher tapetes e cortinas, você deve levar em consideração alergias relacionadas a poeiras. Cortinas feitas de tecidos espessos, pesados e tapetes de pelo alto concentram maior número de partículas de poeira, pois sua limpeza é mais difícil. Quem sofre com rinites e sinusites deve optar por fibras naturais, como palhas, bambus e materiais laváveis com água, como persianas de madeira. Quanto aos tapetes, quando não é possível eliminá-los, opte por modelos que sejam fáceis de lavar na máquina ou que possam ser enviados para lavanderias.

COMO ESCOLHER A CORTINA IDEAL PARA A SUA CASA? (clique aqui)

A umidade também é um grande causador de doenças. Manter a casa ventilada, permitir a entrada de sol direto (sem que os raios precisem atravessar lâminas de vidro) e ter materiais que não absorvem umidade são algumas estratégias para diminuir alergias causadas por mofos. A utilização de aparelhos condicionadores de ar em ambientes com pouca ventilação (que forçam a troca do ar interno com o ar externo), ou exaustores em areas molhadas, onde não é ideal utilizar ar condicionado, retiram o ar carregado de umidade proveniente da evaporação da água de banhos, cozimento de alimentos e até da nossa respiração e colocam, no lugar, um ar mais seco, vindo do exterior. Em dias de chuva, quando a umidade do ar externo está muito alta, o melhor é manter as janelas fechadas.

Além de umidade e poeira, precisamos levar em consideração, os ácaros, que habitam tecidos, como é o caso de camas. Uma das estratégias para prevenir o aparecimento e diminuir a população é a incidência de sol! Por isso, é importante que a sua cama pegue, pelo menos, 2h de sol por dia. O ideal é que o seu colchão, seus lençóis cobertores fiquem expostos separadamente, mas se você não tem essa opção, opte por deixá- los ao pé da cama, para que o colchão receba os raios solares sem nenhum obstaculo.

A má qualidade do ar também é um dos causadores de doenças. Uma vez que vivamos em centros urbanos, com altas emissões de gás carbônico, é necessário ter, em casa, mecanismos para a purificação do ar. Os aparelhos de ar condicionado fazem parte do trabalho, através da troca do ar, que obriga o ar externo a passar por um sistema de filtros antes de entras na casa (é importante lembrar de limpar, sempre que possível) Mas uma outra alternativa, mais sustentável, é o uso de vegetação que possua essa qualidade de purificação do ar. Uma das espécies mais comuns é o clorofito.

 

Resultado de imagem para clorofito
Chlorophytum comosum, conhecida como clorofito – FOTO: El Pais

Os microrganismos e as partículas não são os únicos causadores de doenças, dentro de uma casa. Por incrível que pareça, a localização, o layout e até o tamanho dos móveis são responsáveis por trazer danos à saúde. Quando mal dimensionados, podem estar relacionados a dores musculares, a problemas de coluna e tendinites.

É o caso de móveis baixos para pessoas altas, por exemplo, quando o usuário precisa curvar a postura para lavar a louça ou as mãos. Pode parecer besteira, mas ao longo dos anos, esses minutinhos repetidos diariamente, várias vezes ao dia, pesam na vida útil da coluna e podem ser responsáveis por uma hérnia!

Móveis antigos, com sistemas de abertura nada práticos e muito pesados podem, ao longo do tempo, ocasionar lesões. É o caso de gavetas, sem corrediças, em móveis de madeira. Principalmente as gavetas mais baixas podem causar danos aos pulsos e à coluna, quando necessitam de muita força para abrir. O ideal é que sejam instalados sistemas de abertura mais fáceis ou que esse tipo de mobiliário armazene itens de uso esporádico.

Ah! não podemos esquecer das cores! Siiiiiiim! As cores têm papel fundamental na saúde, não só mental, mas também física dos usuários, uma vez que o nosso cérebro é um dos principais responsáveis pela cura do corpo e uma vez que os sentidos (mais especificamente, a visão) atuam diretamente sobre ele!

Existem vários estudos sobre o efeito das cores sobre o cérebro humano (PSICOLOGIA DAS CORES) e alguns estudos apontam que a exposição do indivíduo a frequências diferentes de ondas eletromagnéticas do espectro visível (as diferentes cores) podem curar o corpo humano. Esse efeito é melhor percebido em casos extremos, onde as doenças ou condições atuam mais especificamente no cérebro, como depressão, ansiedade, stress, TDAH, hiperatividade, etc.

O uso adequado das cores é essencial para compensar os desequilíbrios psicológicos. Se o usuário é muito agitado, por exemplo, o ambiente deve receber cores que promovam o relaxamento. Se o usuário tem falta de disposição, o ambiente deve receber cores que promovam o entusiasmo, e assim por diante.

Bem, agora que você já sabe como a sua casa pode te trazer mais alguns anos de vida, coloque a mão na massa!

Mude tudo aquilo que prejudica a sua saúde e poste foto nas suas redes sociais com a hashtag #catabilaajuda. Se ficou com alguma dúvida, deixe um comentário e eu terei prazer em responder! Se você acha que esse post pode ajudar algum amigo seu ou familiar, que estejam pensando em reformar também, compartilha esse conteúdo com eles e me ajuda a disseminar essas informações, pra que cada vez menos pessoas passem por problemas relacionados à construção civil!

Não se esqueça de visitar minhas redes sociais  – INSTAGRAM e FACEBOOK – para ter acesso à curadoria de marcas, produtos e prestadores de serviço que eu indico! Um beijo e até o próximo post!

 

 

3 comentários em “Sua decoração pode estar prejudicando sua saúde!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.